quinta-feira, 28 de julho de 2011

"Religião não define caráter"

Após causar polêmica em vários países, é lançado em Porto Alegre outdoors que pregam contra o preconceito aos ateus e agnósticos. O recurso financeiro para realização dessa campanha foi arrecadado por doações de membros da ATEA (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos). A expansão do projeto se vê dependente de mais contribuições para atender outras cidades do país. 


A propaganda que temos acima é o que está veiculado nos outdoors de Porto Alegre, ela tenta passar a mensagem que religião não define caráter, ou seja, acreditar em Deus não significa que você será uma pessoa melhor do que aquela descrente. Muitos fanáticos religiosos acreditam que a salvação está somente em seu deus. Não estou aqui para condenar pessoas que seguem religiões que pregam o fanatismo, fundamentalismo, e as que indiretamente se pautam em objetivos financeiros, estou aqui para mostrar o devido respeito que todos devem usufruir.
Se você caracteriza os que não acreditam em Deus como “anticristo”, “do capeta” e se acha infinitamente superior a essas pessoas, cuidado! Você está sendo preconceituoso, e não me lembro disso ser "permitido" na bíblia, embora muitas religiões cristãs repudiam os homossexuais por exemplo. A sociedade tem um grande problema, a generalização. Desde quando Ateu odeia Jesus ou seus seguidores? Há exemplos isolados e lamentáveis que são usados por certas religiões e ensinamentos para "educar" e impor os fieis desde criança. Repare o vídeo a seguir para exemplificar o que eu estou falando.
Eu me considero Cristão, mas não ligado a religiões. Eu creio que toda a forma de tentar institucionalizar algo que mexe com a fé de cada pessoas nunca deu e nem poderá dar certo, eu tenho a minha própria crença e respeito as pessoas que tem outras ou que não tem. O que falta para o mundo ser mais sociável são pessoas que saibam respeitar o próximo e que enxerguem o caráter independente do que a pessoa faz ou é.

Um comentário:

  1. Olá Leandro,
    O respeito é algo que não sabemos, ou ao menos a maioria da população, esqueceu ou não aprendeu.
    A religiosidade desde os primórdios do monoteísmo gera controversas e imposições a todos aqueles que pensam diferentes de suas crenças. No início, quando eram perseguidos as minorias religiosas eram torturadas e executadas, quando a situação se inverteu, que elas ganharam poder, apoio dos imperadores e reis elas passaram a serem as perseguidoras. Aí está o grande perigo, onde está o respeito, ou ao meno a aprendizagem com tudo o que aconteceu no passado?
    E da mesma forma continua hoje, todos aqueles que não creem em algo são visto como pactuados com as trevas, se não creem em nada como se compactuariam com algo? E também vice-versa, muitos que se dizem ateus agridem os que possuem fé, por não verem o mundo com seus próprios olhos.
    Onde está a compreensão e o respeito? Que possamos aprender com nossos atos.
    Um grande abraço e sucesso

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...