quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Um Cidadão que não pode ser esquecido


63 pinos implantados no rosto, esse foi o resultado após a atitude heroica do Vítor Suarez Cunha, 21 anos, ao defender um morador de rua de cinco covardes na Ilha do Governador (RJ) no dia 03 de fevereiro. 

O estudante Vítor estava em uma praça com mais dois amigos quando eles perceberam que alguns jovens agrediam covardemente um mendigo. Ao abordar os autores do ato cruel, Vítor foi alvo de chutes no rosto, seu amigo foi impedido pelos agressores de se aproximar para defendê-lo. Na confusão, o mendigo fugiu.

Com os sinais de tamanha brutalidade sofrida, Vítor deixou o hospital nessa quarta-feira (08) amparado pela família. Ao falar com a imprensa sobre o ocorrido, o estudante se emocionou e não se arrependeu do que fez, segundo ele, faria tudo de novo se fosse preciso. Além disso, ele não considerou seu ato heroico. 

Vítor está completamente enganado. Seu ato, além de ser uma prova de coragem e heroísmo, é um exemplo para todos nós. Quantas vezes nós já presenciamos fatos que no mínimo fingimos não vermos por puro comodismo ou até mesmo por falta de amor ao próximo? 

A atitude admirável desse estudante é tão grandiosa que não vale a pena ocupar esse texto para falar da covardia imensurável dos supostos agressores. Julgá-los cabe à justiça, que apesar de não termos muita confiança nela precisamos mesmo assim acreditar. 

Como disse o Vítor, "O que a gente pode fazer hoje, amanhã vai mudar. Hoje aconteceu isso comigo. Pelo menos uma, duas, três pessoas vão pensar alguma coisa, vão ensinar para os filhos deles. Não adianta pensar que uma atitude vai mudar o mundo, mas pequenas coisas vão mudando". O que falta na nossa sociedade além de exemplos como esse é pessoas que pensam como o Vítor, que usem o caso dele para mostrar aos seus filhos como é ser uma pessoa digna e heroica a ponto de ser copiada, que pequenas atitudes podem sim contribuir para um mundo melhor. 

12 comentários:

  1. É verdade, o cara filho de classe média, mas assisti a entrevista da mãe do jovem, merece toda homenagem, Estou seguindo o seu blog via google e marquei com google +. Carlos voz do povo.

    ResponderExcluir
  2. O mais importante neste rapaz, foi o fato de não se omitir diante de tanta covardia. Não podemos não acovardar diante da impunidade. Um belíssimo exemplo.

    ResponderExcluir
  3. Ótimo exemplo de como não se meter no que não lhe cabe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. quando você tive apanhado de três ameba a genti vai lenbra disso....

      Excluir
    2. o triste é le o pensamento da minhoca ae de cima em

      ''Ótimo exemplo de como não se meter no que não lhe cabe.''

      Excluir
  4. Parabens pela atitude, devia ter mais pessoas assim.

    ResponderExcluir
  5. mais um caso extremamente complexo ante a triste realidade da pátria amada, idolatrada, salve, salve...Tolice ou bravura?Qual a motivação para tal ato? Go, Johnny go!

    ResponderExcluir
  6. Ele sabemos que está fora de risco de morte!

    Agora gostaria de saber CADE OS VAGABUNDOS E COVARDES que fizeram isso com ele!

    Será que serão libertados assim como os ASSASSINOS que mataram o indio queimado em brasilia????????


    Estamos precisando de PENA DE MORTE, PENA CAPITAL para crimes hediondos. Prisão perpétua ( com trabalho forçado para bandidos).

    Legisladores e juristas SÃO COVARDES!!

    Gastamos muito mais com bandidos safados do que educação, escola descente, faculdades...

    BRASIL UM PAÍS DE TOLOS!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Herói, Herói, Herói, Herói, Herói, Herói, Herói, Herói, Herói, Herói, Herói, Herói, Herói, Herói, Herói,

    ResponderExcluir
  8. Herói não um ser humano digno de ser chamado de exemplo...casos como estes nem sempre se vê, mas quando se tem deve ser admirado por todos, uma coisa dessas não é qualquer pessoa que faz não tem que ter uma ótima educação que é dada pelos pais e ser espetacular a ponto de querer apanhar ao invéz do mendigo..e faria isto também e faria também por animais, uma coisa tão triste como essas "coisas" que me recuso a chamar de ser humano pode ser tão frio a ponto de bater em alguem ou em algum animal covardemente?
    Isso é totalmente inaceitavel,que educação essas pessoas tiveram o que os pais dessas coisas os ensinaram?
    Um caso de covardia mas claro com um final melhor do que poderia ter sido!

    ResponderExcluir
  9. Acho muito digno. O Vítor, teve uma atitude certíssima, que no caso, todos nós deveriamos ter. A boa ação é essencial. Nós vemos que a mãe dele soube passar os verdadeiros valores que o ser humano tem que ter. E ele está de parabéns por ter absorvido tudo isso.

    Vítor, você é um guerreiro. Seu lugar no céu está garantido. E prepare-se, boas surpresas estão por vir pra ti, com TOTAL CERTEZA!


    Que isso sirva de exemplo para todos nós, sem excessão ;)
    Beijos ao Vítor e família, e a todos!!!!

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pelo texto. Quando acostumado já a ler textos cheios de erros e sem contexto algum blogs afora, ler algo bem escrito anima. Além do fato demonstrado, ao qual concordo com sua conclusão.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...